Páginas

domingo, 8 de maio de 2011

Os desafios do novo Comandante da PMBA


Autor: Danillo Ferreira

Hoje, solenemente, o Coronel PM Alfredo Braga de Castro assumiu o Comando da Polícia Militar da Bahia, instituição com cerca de 30.000 homens, cada um deles com anseios profissionais próprios, e todos eles ansiosos para conhecer as diretrizes e princípios que caracterizarão os próximos tempos na PMBA.

Ouve-se aqui e ali que “nada mudará”, que as dificuldades irão permanecer as mesmas. Mas basta que o novo Comandante cometa um erro para que a histeria comece, e digam: “Este comandante não é bom. Se fosse outro, agiria diferente. Isto é algo tão simples de resolver…”. Escolhamos: ou é possível ou não é possível evoluir.

Sabemos também que o comandante apenas, sozinho, não fará muito. Quanto melhor for sua equipe, quanto melhor adequar as funções às aptidões, melhores serão os resultados. E mesmo assim, compreendemos, nem tudo será perfeito.

Mas é possível entrar para a história. A Polícia Militar da Bahia está inserida numa dinâmica complexa, no turbilhão de causas e efeitos existentes na segurança pública. E a própria PMBA possui também suas idas e vindas, sempre sujeitas às cobranças políticas e sociais. Neste ambiente multifatorial, exige-se coragem, desprendimento e habilidade dos que se propõem como lideranças ativas.

Na PMBA não são poucos os desafios, embora certamente não tenha faltado boa vontade em outros comandantes – que não podem, individualmente, serem responsabilizados por rumos equivocados, alguns deles problemas crônicos enfrentados pela corporação atualmente, mas que se originaram de perversões de anos atrás, décadas. E mesmo que esse tipo de condenação seja possível, o que importa agora é o que está por vir, é não permanecer errando.

A primeira questão que precisamos enfrentar se refere à educação, sempre descuidada em nosso país, nas diversas áreas profissionais. Se o policial que queremos é humano, comunitário, negociador e pacificador, precisamos ressaltar incondicionalmente tais aspectos em nossa formação. As Escolas de Formação de Praças e a Academia da Polícia Militar precisam de estrutura física, pessoal e cultura de formação (formal e informal) adequadas a este ideal de policial.

A formação condicionante, pautada num imaginário dum policial rígido e objetivo, ignorante das dimensões humanas subjetivas, carente de habilidades de negociação, não é o policial que vemos na rua, que felizmente e aos poucos aprende alguma flexibilidade e se distancia do limitado ideal de comando e controle. E não podemos esquecer, naturalmente, da técnica indispensável para a sobrevivência – o tiro policial, a defesa pessoal, a técnica de abordagem, o preparo físico etc.

Por outro lado, é preciso pensar na correção das condutas. A corrupção policial desmoraliza e tira a credibilidade da instituição, assusta a grande maioria de policiais honestos, desmotivando-os e intimidando-os. Se as perversões ocorrem em níveis estratégicos o absurdo se aprofunda, o exemplo, base da hierarquia e disciplina, é estraçalhado e anulado.

Ainda falando de política correcional, precisa-se admitir que a detenção enquanto forma de punição para desvios disciplinares é ao mesmo tempo indigna e ineficiente. O direito de ir e vir é caro à democracia, e apenas crimes com alguma gravidade devem ser penalizados com o cerceamento a este direito. Quando desvios funcionais de servidores públicos são punidos com detenção, a Administração Pública apenas “se vinga” do faltoso, que sente mais pela perda da contagem do período de licença prêmio do que por outro motivo. Extinguir a punição de detenção seria uma demonstração clara de valorização da imagem e integridade do policial, e um indicador de preocupação com a eficiência das punições, que deveriam ser realizadas via outro mecanismo.

Um terceiro ponto é a valorização profissional através do incremento da carreira. É inconcebível que tenhamos em nossos quadros servidores com mais de vinte anos de carreira, boa parte deles sem sequer uma punição durante sua vida profissional, ostentando a mesma graduação de início. Ajustar as carreiras é um tremendo desafio, mas é inadiável promover nossos soldados a cabos/sargentos, ou, novamente, como haveremos de exaltar a hierarquia da instituição?

O Quadro Complementar precisa ser iniciado, aos poucos, pelo menos. Comecemos por selecionar e empregar policiais psicólogos em unidades como as CIPT (RONDESP), que vivem uma rotina de estresse e traumas. Empreguemos comissões de administradores nos Comandos Regionais, para assessorar os comandantes no diagnóstico, planejamento, monitoramento e avaliação das ações, intensificando a gestão inteligente da atuação policial.

Também é preciso ouvir. A tropa precisa de ouvidos, mesmo que a curto prazo as lamentações não tenham resoluções. Os administrados precisam saber sobre o rumo das coisas, precisam sentir-se parte de uma equipe, sem boatos. Ferramentas não faltam para a interação e diálogo.

Para alguns, essas humildes sugestões e reflexões parecerão pouco. Para outros, parecerão muito. Os primeiros enfatizam apenas os fins, a urgência de melhoria. Os últimos enfatizam os meios, as inúmeras atribuições e burocracias próprias da função de comando. Para este autor, dono de apenas um entre os 30.000 modelos de PMBA existentes na corporação, tais princípios iniciariam uma caminhada histórica, a ser desenvolvida por quantos sejam os comandantes vindouros. Salvo melhor juízo do novo Comandante Geral, a quem ofereço minhas esperanças e disposição profissional.

26 comentários:

  1. Cel Brandão queria agradecer ao senhor pela sua luta junto com o Dep. Zé Neto afim de galgar a nossa grande convocação dos excedentes da PM-Ba,
    eu sei que nossa guerra ainda não acabou mais de certo temos que admitir que se ela sair, concerteza foi por culpa do senhor e do deputado, espero que o novo Comandante da PM venha com gaz para acabar com os homicídios e o trafico de drogas em nosso estado que já chegou a um estado alarmante, que ele seja bem, espero fazer parte dessa tropa o quanto antes.

    desde já muito obrigado Cel Brandão.
    Fernando
    comissão dos Excedentes PM-Ba

    ResponderExcluir
  2. Olá coronel Brandao, gostaria de agradacer pelo empenho tanto do senhor qto do dep zé neto...Peço desculpas por certas incoveniências por parte de alguns excedentes, mas todos sabemos que independente de tudo, que os senhores sempre estevem conosco. boa sorte ao novo comandante nesse árduo desafio

    ResponderExcluir
  3. Olá coronel Brandao, gostaria de agradacer pelo empenho tanto do senhor qto do dep zé neto...Peço desculpas por certas incoveniências por parte de alguns excedentes, mas todos sabemos que independente de tudo, que os senhores sempre estevem conosco. boa sorte ao novo comandante nesse árduo desafio

    ResponderExcluir
  4. DESEJO BOAS VINDAS AO NOVO COMANDANTE, E QUE ELE ASSIM COMO O SEU ANTECESSOR POSSA OUVIR OS ANSEIOS DOS EXCEDENTES 2008 DA PMBA.
    BOA SORTE!

    ResponderExcluir
  5. Coronel Brandão, tudo bom?

    O sr. tem mais alguma notícia pra nós? O sr. viu a entrevista do novo Comandante Alfredo Braga no Jonal da Manhã ontem?
    Ele falou sobre a possível chamada de novos policiais, antes do vencimento do concurso. Disse que o governo está estudando essa possível chamada.
    Ainda nos resta uma luz no fim do túnel.

    Obrigado Cel. Brandão !!!

    ResponderExcluir
  6. comandante nos ajude por favor a nós exedentes precisamos deste honrrado trabalho e o estado necessita de nós

    ResponderExcluir
  7. CORONEL BRANDÃO,

    É CERTA A CHAMADA DE MAIS 3200 ANTES DO ENCERRAMENTO DO CONCURSO EM 23 DE JULHO ?

    E A QUESTÃO DA IDADE ?
    COMO FICA AS PESSOAS QUE TINHAM 30 ANOS ATÉ 1 DE OUTUBRO DE 2009 QUE ERA A DATA PREVISTA NO EDITAL PARA MATRICULA NO CFSD ?

    NOS AJUDE.....

    ResponderExcluir
  8. Para voces ficarem tranquilos, vou dar-lhes uma noticia boa.
    A PM deverá chamara antes do final do prazo do concurso,uma quantidade que representará a totalidade dos aprovados. Com isto garantira a convocação de todos e chamará em diversas turmas os candidatos para o curso de formação. A primeira turma terá cerca de 1000 candidatos e sera seguido de novas listas.
    O prazo esta sendo discutido, como tambem as quantidades.
    A luta de voces foi grande, só resta esperar e se tranquilizar, deixando de tanta ansiedade e questionamentos. A ideia è aproveitar TODOS devido a necessidade de aumento do efetivo.
    Calma, esperança e Boa sorte.

    ResponderExcluir
  9. Muito obrigado Cel Brandão, nunca perderei minhas esperanças!

    ResponderExcluir
  10. Obrigadu Cel. DEUS é justo!!! Sorte a todos

    ResponderExcluir
  11. glória a Deus!
    e só temos a agradecer ao senhor coronel.
    MUITO OBRIGADO POR TUDO.

    ResponderExcluir
  12. Glória a DEUS porque nossa vitória é garantida se for da vontade DELE em nome de JESUS e amém.

    ResponderExcluir
  13. SE NÃO FOSSE O CEL, O QUE SERIA DA GENTE!!!
    PIOR QUE CEGO EM TIROTEIRO!!!

    ResponderExcluir
  14. gostaria de externar nossos agradecimentos em nome de todos os ex soldados fuzileiros navais(adison, siderlon, felipe luis, perreira, veloso, azevedo entre outros) que aguardavam aciosamente por esta noticia desde 2008/2009 ao cel brandão e a todos que de forma direta ou indireta contribuiram para nossa tão sonhada vitoria adsumus!!!

    ResponderExcluir
  15. Cel Brandão,
    Mais uma vez obrigado por tudo, de coração!
    Gostaria que o senhor tirasse-me uma dúvida, não só minha mas de centenas de candidatos.

    Estou preocupado, completo 31 anos em 30 de dezembro. Estou na classificação 841 pra região 01. Chamando 1000 agora com certeza não serei contemplado e não se sabe quando convocaram outra turma... Isso me preocupou.

    Como ficaremos?

    ResponderExcluir
  16. Cel. BRANDÃO venho agradecer por tudo que tem feito por nós excedentes.Com fé em DEUS vai tudo da certo,força guerreiros e guerreiras.

    ResponderExcluir
  17. Todos os contatos que fiz sobre a idade completada apos o prazo da matricula, apesar de pensar em contrario, os procuradores afirmam que nao devem ser chamados. Nao falei com a procuradora chefa da procuradoria judicial, Dra Beatriz, que podera definir a posiçao do estado. Logo que possivel irei faze-lo, mas os imteressados nessa querela podem fazer isso. Vor repetir uma coisa: não exista data nem quantidade definida ainda. Vai sair antes do prazo final e a quantidade tende a ser para convocação de todos os aprovados, dependendo apenas do orçamento, ja que é vontade do governador.

    ResponderExcluir
  18. De qualquer forma, muito obrigado pela sua colaboração Cel. o Srº é um grande homem na PMBA e na sociedade baiana...

    ResponderExcluir
  19. Obrigado pela resposta Cel Brandão.

    Só mais uma coisa, estes 1000 que postates então pode ser outro número, no caso outra turma (3200)? Foi uma suposição ou é certeza mesmo primeiro chamar 1000 ? E caso seja, teremos que esperar estes se formarem para sermos convocados?

    Se for ficar chamando de mil em mil vai ter muitos "coroas" daqui pra lá... rs

    Obrigado grandioso Cel Brandão!

    ResponderExcluir
  20. CORONEL ALFREDO POR FAVOR CONVOQUE AGORA MAIS 1700 EXCEDENTES A PM BA. POIS ESTAMOS QUERENDO TRABALHAR PARA SE TER UMA BAHIA MAIS LIMPA!!!
    JAQUES WAGNER OLHA PARA NÓS!!!!!

    ResponderExcluir
  21. Esta música é para o grande cel. Brandão nosso Salvador!!! Criminalidade É tanta violência na cidade Brother é tanta criminalidade As pessoas se trancam em suas casas Pois não há segurança nas vias públicas E nem mesmo a polícia pode impedir As vezes a polícia entra no jogo A gente precisa de um super-homem Que faça mudanças imediatas Pois nem mesmo a polícia pode destruir Certas manobras organizadas É tanta violência na cidade Brother é tanta criminalidade A lua já não é mais dos namorados Os velhos já não curtem mais as praças E quem se aventura pode ser a última E quem se habilita pode ser o fim A gente precisa de um super-homem Que faça mudanças imediatas "

    ResponderExcluir
  22. Olá coronel da uma olhada na enquete do Bocão News sobre segurança pública e os excedentes pmba 2008!!!
    Serve para todos os excedentes também 2008 PMBA!!!
    Esta é nossa luta!!!

    ResponderExcluir
  23. Por favor pessoal deixem seus depoimentos no Bocão News é muito importante!!! ExcedentesPMBA 2008

    ResponderExcluir
  24. São tantos impostos que a população paga no seu dia a dia, dinheiro é que não falta para investir em segurança pública. Mas lembrei!!! Tem quem meta as mãos sujas nos cofres públicos para se favorecer!!!
    Este é o Brasil que vivemos!!!
    Precisamos de leis como as da China!!!

    ResponderExcluir